Professores

Rafael Alencastre Lopes Santos Souza, viola

Iniciou seus estudos em viola aos 15 anos de idade com o Violinista da OSN Álvaro Carriélo, tendo em seguida estudado com a professora titular de violino da Unirio Mariana Sales com quem teve aulas durante 9 anos, tendo paralelamente participado de diversos festivais em que teve aula com professores renomados . Teve sua formação como professor iniciada na OMAP onde atuou como professor de viola, prática de conjunto e arranjador durante 5 anos, também lecionou nas instituições de ensino: Ação Social pela Música do Brasil, Instituto Villa Lobinhos, escola Arte Música, entre outros.

Frederico Barreto Kochem, flauta e oboé

Professor capacitado e registrado na Association Suzuki of Americas(SAA) para trabalhar com Flauta Doce, iniciou seus estudos aos 9 anos em Petrópolis – RJ. Desde então vem procurando aprimorar-se em diversos cursos e festivais pelo Brasil nas classes de flauta doce e oboé, como: V Semana de Música de Ouro Branco – MG, 18º ao 24º Festival Internacional de Música Colonial Brasileira e Música Antiga de Juiz de Fora – MG, V e VI Encontro Nacional de Flauta Doce (ENFLAMA) e II Encontro Internacional de Performance Histórica em Tatuí – SP.
Participou de diversas master classes com professores internacionalmente renomados, sendo eles Ricardo Kanji, César Villavicencio, Paul Leenhouts (Holanda), Natália Chahin, Karla Dias, Lisete da Silva(Portugal) e Mary Waldo(EUA).
Como músico atua no Conjunto de Música Antiga Anima e Cuore e Quartifusa Ensemble, ambos em Petrópolis. Com a Orquestra de Câmara da Universidade Católica de Petrópolis, a qual integrou por cinco anos como flautista e oboísta, apresentou-se no Theatro Municipal do Rio de Janeiro, Escola de Música da UFRJ e em Londrina – PR. Foi convidado pelo Centro Pró-Música de Juiz de Fora a participar como solista no Projeto Jovens Solistas em 2008 pelo destaque no desempenho durante o Festival desta mesma instituição na classe de oboé.

Ana Beatriz Vergara, teoria e canto coral

Ana Beatriz Vergara cursa o oitavo período em Licenciatura em Música na Universidade Federal do Rio de Janeiro.
Em 2009 a 2010, atuou como monitora de violoncelo no curso de extensão CEIM-UFF (Centro de estudo e iniciação musical – Pró reitoria de extensão da Universidade Federal do Rio de janeiro), na classe do Professor Ronildo Alves.
Em 2011, foi indicada pelo seu professor para trabalhar com crianças e adolescentes de uma comunidade de risco social em Petrópolis, no Projeto Ação Social pela Música no Brasil, ministrando aulas de violoncelo.
Desde 2011 é professora de teoria musical no curso de extensão CEIM-UFF.
Desde 2012, trabalha no Projeto Estrada Cultural. Primeiro como professora de violoncelo do núcleo Maré. Atualmente, como professora de Teoria e Percepção Musical em todos os núcleos do Projeto.

Voila Marques, contrabaixo

É carioca, bacharel em contrabaixo pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), com medalha de ouro, na classe do professor Sandrino Santoro – da qual foi monitora durante um ano -, e pós-graduada em Didática e Metodologia do Ensino Superior, pela Universidade Estácio de Sá (UNESA).

Frequentou cursos e masterclasses com renomados contrabaixistas como: Antonio Arzolla (RJ), Gary Karr (EUA), Hans Roelofsen (NL), Milton Masciadri (EUA), Ricardo Cândido (RJ), Thibault Delor (FR/ SP) e Wolfgang Güttler (DE), entre muitos outros.

Foi contrabaixista concursada da Orquestra Sinfônica Brasileira (OSB) por 19 anos (1988 – 2007), e atuou como contrabaixista convidada em orquestras e grupos como: Orquestra Petrobrás Sinfônica (OPES), Orquestra Sinfônica de Theatro Municipal do Rio de Janeiro (OSTM), Orquestra Sinfônica Nacional da Universidade Federal Fluminense (OSNUFF), Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional de Brasília, Quarteto Guanabara, Octeto da OSB, entre outros.

Obteve aprovação em concursos como: para contrabaixista da Orquestra Sinfônica Jovem da FUNARJ (1982), para professor de contrabaixo da Escola de Música do Espírito Santo (1º lugar, 1993), para professor assistente de contrabaixo da UFRJ (2º lugar, 1997), para contrabaixista da UFRJ (1º lugar, 2009), e para Solistas da Orquestra Sinfônica da Escola de Música da UFRJ (OSUFRJ, 1986 e 1989), entre outros.

Atuou como professora de contrabaixo da Escola de Música Villa-Lobos (EMVLRJ), por 17 anos (1994 – 2011), nos cursos Básico e Técnico (para jovens e adultos) e no de Formação Inicial (para crianças, a partir dos 9 anos), e também como professora palestrante nas Oficinas Instrumentais da escola.

Foi professora de contrabaixo na Fundação de Apoio às Escolas Técnicas (FAETEC, 2000) e na ONG Ação Social pela Música (2009), contrabaixista convidada do VII Encontro Internacional de Contrabaixistas (Pirenópolis/ Goiânia, 2008) – promovido pela Associação Brasileira de Contrabaixistas (ABC) e pela Universidade Federal do Goiás (UFG) -, e professora de contrabaixo do II Festival Douradense de Música (Grande Dourados – MTS, 2015) – promovido pela Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD).

Atualmente, é contrabaixista da OSUFRJ e dona do Blog da Voila Marques – onde desenvolve extenso trabalho voltado ao ensino e à divulgação do contrabaixo -, professora de contrabaixo no Projeto Estrada Cultural, colaboradora técnica do Fórum Contrabaixo BR e professora particular de contrabaixo (presencial e online).

Pedro Ramiro, violino

Formado pela universidade federal do Rio de Janeiro sobre a orientação do professor Daniel Guedes, começou seus estudos aos treze anos em sua igreja e no projeto do Aço ao clássico, em seguida estudou com o professor Daniel Guedes no Rio de Janeiro, onde se formou com nota maxima. Vem se apresentando em recitais, concursos de solistas,  assim também participando aciduamente de festivais nacionais e internacionais como o de Campos de Jordão , femusc  e outros. Podendo assim obter aulas sobre as classes de violinistas com renome internacional, como Pinchas Zukerman, Hagai Shaham , Shmuel Ashkenasi, Leon Spirer, Patinka Koppec e entre outros professores. Foi um dos ganhadores dos jovens solistas do Rio de Janeiro 2013 da UFRJ, prêmio este que lhe concedeu a oportunidade de solar o concerto de Saint Saens nº 3 com orquestra, assim também como o de Mendelssohn em mi menor.

Atualmente estuda com a professora venezuelana Carla Rincon, 1º violino do quarteto Radamés Gnattali, e vem se apresentando como recitalista, solista e camerista.

Thaís dos Santos Ferreira, violoncelo

Bacharelada em violoncelo pela UFRJ, Thaís dos Santos Ferreira fez pós-graduação em Música na FABEL. Iniciou seus estudos no Projeto Cidade da Música, de Volta Redonda, de onde se tornou monitora e primeiro violoncelo da Orquestra de Cordas de Volta Redonda.

Lecionou como professora no Projeto Social da Primeira Igreja Batista de Barra do Piraí, no Projeto Música nas Escolas de Barra Mansa e, mais recentemente, na Ação Social pela Música do Brasil e na Escola de Música Villa-Lobos.

Integrou a Orquestra Sinfônica Brasileira Jovem, a Orquestra Sinfônica Brasileira Ópera e Repertório e a Orquestra Sinfônica do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, além de participar dos principais musicais apresentados recentemente, como Hollywood, a magia do cinema; Então é Natal; Hoje e Sempre – um chá de carnaval; Era no tempo do rei; 7, o musical; Rock in Rio, o musical; Elis Regina, o musical; Se eu fosse você; Chacrinha, o musical; O primeiro musical a gente nunca esquece; e, mais recentemente, Vamp, o musical.

Parceiros

  • Mantenedora
    Logo Parceiros
  • Patrocinador Master
    Logo Parceiros
  • Logo Parceiros
  • Logo Parceiros
  • Logo Parceiros
  • Patrocinadores
    Logo Parceiros
  • Logo Parceiros
  • Realização
    Logo Parceiros
  • Logo Parceiros